Qualidade de vida em pacientes com câncer: o …

Os animais de estimação podem ajudar os pacientes a superar o câncer

 

Autora: Monique Binotto

 

Você sabia que ter um animal de estimação pode melhorar a qualidade de vida de pacientes com câncer?

O diagnóstico do câncer pode se tornar um desafio na vida dos pacientes, devido a alguns fatores, como: mudança da qualidade de vida, reorganização da rotina devido aos procedimentos submetidos durante o tratamento, sintomas da doença e efeitos do tratamento. Esse conjunto de fatores, muitas vezes, desencadeiam alterações na vida social e no bem-estar psicológico dos pacientes. Algumas pessoas condicionam-se até mesmo em isolar-se de seus familiares, amigos e evitar eventos sociais.

Sabe-se que as interações sociais são fundamentais para o bem-estar psicológico de um indivíduo. Nesse contexto, um estudo avaliou se os animais de estimação seriam capazes de suprir essas necessidades humanas. Os resultados demonstraram que as pessoas que possuíam animais de estimação obtiveram maiores níveis de autoestima, praticavam mais atividades físicas e obtiveram algumas diferenças individuais, como menores níveis de medo, por exemplo. Assim, este estudo compreendeu que os animais eram importantes fontes de apoio social aos seus donos e satisfaziam tais necessidades de forma complementar, ao invés de competir com as relações humanas (McConnell et al., 2011).

Deste modo, percebeu-se a necessidade de verificar se a convivência com animais de estimação pode ser um fator relevante na melhora da qualidade de vida de pacientes com câncer, uma vez que os animais suprem algumas necessidades de afeto. A exemplo disso, um estudo observou que mulheres em tratamento para o câncer de mama, que conviviam com animais de estimação, obtiveram melhores níveis de qualidade de vida relacionada à saúde global e aos domínios meio ambiente e psicológico, quando comparadas com aquelas que não conviviam com animais de estimação (Binotto et al., 2017).

Assim, as evidências na literatura apoiam a ideia de que os animais melhoram a atenção social, comportamento, interação pessoal e humor, beneficiando a qualidade de vida e auxiliando os pacientes a superar o câncer. Ainda, a convivência com animais de estimação auxilia na redução de alguns parâmetros relacionados ao estresse (como cortisol, frequência cardíaca e pressão arterial) além de reduzir o medo e a ansiedade, fato que beneficia os pacientes por meio da melhora da saúde psicológica (Beetz et al., 2012).

Para saber mais:

Beetz A, Uvnäs-Moberg K, Julius H, Kotrschal K. Psychosocial and psychophysiological effects of human-animal interactions: the possible role of oxytocin. Front Psychol 2012; 3:234. Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22866043>. 

Binotto M, Daltoé T, Formolo F, Spada PKWDS. Quality of life in breast cancer: the benefits of pet ownership and participation in leisure activities. Mastology. 2017; 27:90–5. Disponível em: http://www.mastology.org/wp-content/uploads/2017/10/MAS-v27n2_90-95-2.pdf

McConnell AR, Brown CM, Shoda TM, Stayton LE, Martin CE. Friends with benefits: On the positive consequences of pet ownership. J Pers Soc Psychol 2011; 101:1239–52. Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21728449>


Outras Matérias

O que faz o Monitor de Pesquisa Clínica?

O que é necessário para ser um bom monitor de pesquisa clínica?   Autora: Renata Bendit   O monitor de […]

Pesquisa Clínica 12 de outubro de 2019

Os significados das cores dos meses nas campa …

Qual a cor de cada mês do ano?   Autora: Estela Maia Bellini Pannuti   A campanha do outubro rosa, […]

Saude em geral 7 de outubro de 2019

Você sabe o que faz o Medical Science Liaiso …

Afinal, quais são as funções e atividades de trabalho do Medical Science Liaison? Você sabe quais são as funções do […]

Saude em geral 4 de outubro de 2019

5 maneiras de prevenir pedras nos rins

Como selecionar os alimentos para evitar a formação de cálculos renais?   Autora: Ana Tavela   Se você já teve […]

Saude em geral 3 de outubro de 2019