Será que os adoçantes são seguros para sau …

Há vantagem em consumir adoçante? Eles são seguros para a sua saúde?

 

Autor: Ana Tavela

 

Diferentes adoçantes são comercializados hoje em dia e como propaganda principal têm a promessa de serem alternativas mais saudáveis ao açúcar refinado. Mas será mesmo?

Seguimos em busca de substitutos para o açúcar em nossas sobremesas e bebidas. Entretanto, algumas vezes essa troca não necessariamente é uma boa opção e o adoçante pode até mesmo fazer mais mal que o próprio açúcar.

Seguem aqui alguns adoçantes que podem ser tão prejudiciais quanto o açúcar:

Sacarina

É um adoçante artificial frequentemente utilizado em refrigerantes e produtos light. Como nosso corpo não consegue digerir a sacarina, é considerada um adoçante não nutritivo, o que significa não contribuir com calorias ou carboidratos na sua dieta.

Alguns estudos afirmam que o uso da sacarina pode causar perda de peso se utilizado em substituição ao açúcar convencional, simplesmente por conter menos calorias. Seria uma boa notícia se a sacarina não fosse considerada como maléfica para nossa saúde. 

Um estudo em animais mostrou que consumir sacarina pode causar alterações no microbioma intestinal e reduzir parte das bactérias boas, que têm um papel fundamental em nossa saúde, desde a imunidade até a função digestiva. Um desequilíbrio do microbioma intestinal pode estar relacionado com problemas em nossa saúde, incluindo obesidade e síndrome do intestino irritável.

Mais estudos são necessários para avaliar como a sacarina pode afetar a saúde de humanos.

Aspartame

É um adoçante muito popular, encontrado em muitos produtos diet, como refrigerantes, iogurtes e balas. Como outros adoçantes artificiais, o aspartame é livre de calorias e carboidratos, sendo uma escolha popular para quem quer perder peso.

Entretanto, uma revisão de 12 estudos concluiu que utilizar aspartame ao invés de açúcar não reduziu o consumo calórico ou peso corpóreo.

Ainda se comparado com o açúcar, o aspartame foi relacionado com baixos níveis de HDL (bom) colesterol, o que é um fator de risco coronariano.

Algumas pessoas relatam que o uso de aspartame pode causar dores de cabeça, tontura e depressão, sendo que mais pesquisas são necessárias a fim de comprovar esta relação causa-efeito.

Sucralose

Muito utilizado em produtos zero calorias.  

Muitos estudos dizem que a sucralose não afeta os níveis de açúcar no sangue ou altera os hormônios incluídos no controle da glicose no sangue.

Entretanto, um deles notou que consumir sucralose aumentou a glicose e insulina no sangue de 17 pessoas obesas que não utilizavam adoçantes previamente, o que não seria uma vantagem.

Muitos estudos em animais concluíram que a sucralose pode estar relacionada à redução de bactérias benéficas no nosso intestino, aumentado o risco de inflamação e ganho de peso.

Fazer bolo com sucralose pode ser potencialmente perigoso devido à formação de cloropropanol, composto químico considerado tóxico.

Xylitol

É um açúcar extraído do álcool. Muito encontrado em gomas de mascar e pastas de dentes.

Comparado ao açúcar possui índice glicêmico significativamente menor, ou seja, não aumenta a glicose no sangue ou a insulina. Entretanto, para algumas pessoas, o xylitol pode ter efeitos gastrointestinais, como flatulência e diarréia. Quanto maior a quantidade utilizada, maiores as chances destes efeitos indesejados ocorrerem.

Ele pode também ser o gatilho de sintomas para pessoas que têm a síndrome do intestino irritável, que é uma condição crônica que afeta o intestino grosso e causa sintomas como dores de estômago, gases, diarréia e constipação. 

Por essa razão, é recomendado começar o uso em pequenas quantidades e avaliar como seu corpo reage a este adoçante. 

Também importante dizer que o xylitol é altamente tóxico para cães podendo causar falha hepática.

Nectar de ágave

Um xarope extraído de diferentes espécies da planta ágave. 

Por possuir um baixo índice glicêmico, é muitas vezes utilizado como alternativa saudável ao açúcar comum. Este adoçante é composto primariamente por frutose, um tipo de açúcar que não afeta significativamente os níveis de glicose e insulina no sangue. Tanto que produtos adoçados com xarope de ágave são comercializados como possíveis opções para diabéticos.

Entretanto, estudos mostram que o consumo regular de frutose é associado com um risco maior de se acumular gordura no fígado, uma condição conhecida como esteatose hepática e causa resistência à insulina, o que pode dificultar o controle da glicose no sangue no longo prazo.

A conclusão é que todos os tipos de açúcares e adoçantes devem ser evitados, principalmente em bebidas industrializadas adoçadas e produtos ultraprocessados, onde tendemos a consumir maior quantidade sem perceber.

Existem muitos estudos sobre os perigos e a segurança do uso de adoçantes, mas os resultados são contraditórios e não se sabe quais são os reais efeitos no nosso corpo no longo prazo. Tudo em excesso pode ser maléfico, por isso, usar com moderação é importante.

Até mesmo o mel que é considerado como uma alternativa mais natural e com benefícios relacionados ao seu consumo, se consumirmos em excesso, pode causar problemas para sua saúde. 

O ideal é moderar o consumo de açúcares e adoçantes e manter uma dieta saudável, rica em vegetais e frutas, com o mínimo possível de produtos industrializados.

Para saber mais:

https://www.healthline.com/nutrition/harmful-sweeteners?slot_pos=article_1&utm_source=Sailthru Email&utm_medium=Email&utm_campaign=generalhealth&utm_content=2019-06-13&apid=25569327

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3982014/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20420761

 


Outras Matérias

MSL

Curso MSL: Aspectos Técnicos e Preparação …

Você deseja conhecer os principais aspectos técnicos do trabalho do Medical Science Liaison (MSL) de forma completa e receber um […]

MSL  20 de agosto de 2019

Quais são os parâmetros do Hemograma?

Você conhece os parâmetros do seu hemograma?   Autora: Franciele Laís Dias Araújo   O hemograma é um exame laboratorial […]

Saude em geral 16 de agosto de 2019

Como se tornar um Medical Science Liaison (MS …

Você está preparado para ser um Medical Science Liaison?   Autora: Daniela Mirandola   Você gostaria de se tornar um […]

Pesquisa Cientifica 12 de agosto de 2019

Qual é a expectativa de vida ao nascer no Br …

Você sabe qual a sua expectativa de vida e como ela é calculada? Entenda neste vídeo de 4 minutos do […]

Saude em geral 3 de agosto de 2019